Distensão e Entorse Lombar

A distensão e entorse lombar são as causas mais comuns da dor lombar. As costas são propensas a distensões e entorses devido a sua função de suporte de peso e seu envolvimento no movimento, torção e flexão do corpo. A distensão do músculo lombar é causada quando as fibras musculares são anormalmente estiradas ou rasgadas. A entorse é causada quando os ligamentos (bandas de tecido resistente que mantêm os ossos juntos) são arrancados ou rompidos na articulação. Ambas situações podem resultar de uma lesão repentina ou do uso excessivo gradual.

Distensão> ocorre em músculos ou tendões

Entorse > ocorre em ligamentos

 

Quando a coluna lombar sofre de uma distensão ou entorse, os tecidos macios se inflamam. Este inchaço causa dor e pode provocar espasmos musculares e cãibras. A distensão ou entorse lombar pode ser muito debilitadora.

Três tipos de músculos dão suporte à coluna:

  • Extensores (músculos das costas e dos glúteos);

  • Flexores (músculos abdominais e iliopsoas); e

  • Oblíquos ou rotadores (músculos laterais).

 

Sintomas

  • A dor lombar que pode irradiar para as nádegas, mas não afeta as pernas;

  • Rigidez na área inferior das costas, restringindo a amplitude de movimento;

  • Inabilidade de manter a postura normal devido a rigidez e/ou dor;

  • Espasmos musculares ou cãibras, seja com atividade física ou em repouso; e

  • Dor que persiste por um máximo de 10 a 14 dias.

 

Exames de diagnóstico

Os exames de diagnóstico geralmente não são necessários, a menos que a dor esteja presente por mais de duas semanas e não melhore como esperado. É importante descartar causas ocultas como uma lesão de disco não detectada. Se os sintomas persistirem, os seguintes exames podem ser solicitados pelo seu médico:

  • Raios-X: Aplicação de radiação para produzir um filme ou foto de uma parte do corpo, pode mostrar a estrutura das vértebras e o contorno das articulações. Os raios-X da coluna são solicitados para procurar outras causas potenciais de dor, como por exemplo, tumores, infeções, fraturas, etc.

  • Imagem por Ressonância Magnética (IRM): Exame diagnóstico que produz imagens tridimensionais das estruturas corporais usando imãs potentes e tecnologia computacional; pode mostrar a medula espinhal, raízes nervosas e áreas adjacentes, assim como hipertrofia, degeneração e tumores.

 

Tratamento

Repouso é recomendado por um curto período de tempo, geralmente de um a três dias. Deve ser o mais curto possível, pois um repouso prolongado pode levar à perda de força, e pode aumentar a rigidez muscular, aumentando a dor e desconforto. A distensão e entorse são comumente tratados com medicação anti-inflamatória sem esteroides, se a dor for de suave a moderada.

Seu médico pode recomendar fisioterapia. O fisioterapeuta realizará uma avaliação profunda; que combinada com o diagnóstico do médico, determinará um tratamento especificamente desenhado para pacientes com dor lombar. A terapia pode incluir tração pélvica, massagem suave, terapia de gelo e calor, ultrassom, estimulação elétrica dos músculos e exercícios de alongamento. A medicação para dor e relaxantes musculares também podem ser benéficos em conjunto com a fisioterapia.

 

Prognóstico

O prognóstico é excelente para uma recuperação completa de uma lesão de distensão ou entorse. Mais de 90% dos pacientes se recuperam completamente de um episódio de distensão ou entorse muscular lombar em um mês. O tratamento de gelo e calor é indicado em casa de acordo à necessidade para tratar crises súbitas de dor lombar, em conjunto com medicação anti-inflamatória. Contudo, a distensão lombar pode evoluir para uma condição crônica a menos que sejam feitos esforços para mudar os hábitos que contribuem com o problema.

 

Dicas de Prevenção

As seguintes dicas podem ser úteis para prevenir a dor lombar associada a distensão e entorse:

  • Fazer exercícios de fortalecimento muscular abdominal para fornecer maior estabilidade à coluna. Nadar, bicicleta estática e caminhada são bons exercícios aeróbicos que geralmente não colocam pressão adicional nas costas.

  • Use técnicas corretas para levantamento e deslocamento, tais como agachamento, para levantar um objeto pesado. Não se dobre e levante. Procure ajuda se um objeto for muito pesado ou incómodo.

  • Mantenha uma postura correta quando está sentado e parado.

  • Se você é fumante, pare. Fumar é um fator de risco para arteriosclerose (endurecimento das artérias), o que pode causar dor lombar e doenças degenerativas de discos.

  • Evite situações estressantes se possível, pois pode causar tensão muscular.

  • Mantenha um peso corporal apropriado. Peso extra, especialmente na porção central do corpo, pode colocar tensão na região lombar.

Fonte: American Association Neurological Surgeons - www.aans.org

Porto Velho: Rua Rafael Vaz e Silva, 1663, N. Senhora das Graças, Porto Velho - RO, CEP: 76804-140

Rio Branco: Rua Hugo Carneiro, 725 - 1ª sala 678, Bairro Bosque, CEP: 69.900-550. Fones: (68) 3222-7900 / 99917-8852