Setembro Amarelo: Mês de prevenção do Suicídio


O Setembro Amarelo é uma campanha de prevenção ao suicídio, valorização da vida e atenção à Saúde Mental que tem o propósito de quebrar tabus ainda existentes quando se fala a respeito dos Transtornos Mentais.

Infelizmente a Saúde Mental ainda é considerada como o “puxadinho” da saúde e se da pouca atenção aos quesitos prevenção e cuidado, ainda é comum escutar, por exemplo, que depressão ou ansiedade é fraqueza ou até mesmo falta de Deus.

Na atualidade, onde tudo parece ser instantâneo e se buscam alternativas imediatistas, quando surgem sinais de que existe alguma desordem psíquica ou emocional, como: fadiga excessiva, estresse, sonolência demasiada, melancolia, dores corporais, diminuição da libido, aumento ou diminuição do peso, irritabilidade, baixa de produtividade, falta de atenção, dentre outros, também se buscam soluções “mágicas” com o intuito de anestesiar ou até mesmo camuflar tais sintomas, daí o aumento do consumo de álcool e outras drogas, bem como compras além do necessário, relacionamentos abusivos e até excesso de comida.

A realidade é que essas alternativas na verdade jogam para “debaixo do tapete” questões que futuramente podem emergir numa proporção muito intensa e levar a quadros depressivos e/ou ansiosos graves (transtorno de ansiedade generalizada, transtorno do pânico, transtorno obsessivo compulsivo) ou até mesmo ao suicídio.

Por isso, é tão necessário compreender que nossa saúde emocional deve ser vigiada tanto quando nossa saúde física, cultivar boas relações, praticar atividade física, ter momentos de lazer, fazer psicoterapia (para se trabalhar questões internas) e quando necessário recorrer a auxilio médico psiquiátrico e fizer uso de medicação adequada para equilibrar a química cerebral e assim, ser possível olhar com mais clareza para as adversidades que nos rodeiam, e que sempre vão estar presentes, e buscar saídas possíveis e saudáveis.

“É importante não julgar e reprimir essas questões e sim buscar ajuda”!

Falar sobre esse assunto, entender que não está sozinho e compreender que estes aspectos estão mais presentes do que imaginamos na vida de quem nos cerca, é um grande passo para a possibilidade de se ter uma melhor Saúde Mental.

Maísa Barbosa Brum

Psicóloga Especialista em Saúde Mental e Neuropsicóloga

CRP: 20/2821

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Pinterest Social Icon
  • Instagram Social Icon

Porto Velho: Rua Rafael Vaz e Silva, 1663, N. Senhora das Graças, Porto Velho - RO, CEP: 76804-140

Rio Branco: Rua Hugo Carneiro, 725 - 1ª sala 678, Bairro Bosque, CEP: 69.900-550. Fones: (68) 3222-7900 / 99917-8852